PRÁTICA DE (RE)ESCRITA DO GÊNERO REDAÇÃO DO ENEM A PARTIR DO CHATGPT

uma proposta possível?

Autores

  • Bárbara Amaral da Silva University of Windsor/Pós-doc https://orcid.org/0000-0002-1469-9575
  • Ana Paula Cordeiro Lacerda Franco UFMG/Mestranda
  • Shirlene Ferreira Coelho UFMG/Doutora

Palavras-chave:

inteligência artificial, chat gpt, produção textual, redação do ENEM

Resumo

A inteligência artificial tem ganhado cada vez mais espaço na sociedade moderna com as máquinas que se propõem a simular a inteligência humana. Nesse contexto, a empresa de inteligência artificial Open AI lançou o ChatGPT, ferramenta capaz de conversar e de interagir com os usuários em tempo real, responder dúvidas, escrever e traduzir textos, dar
exemplos, explicar conceitos, entre muitas outras possibilidades, a partir de simples comandos dados pelos usuários. Neste estudo – de abordagem qualitativa e de natureza aplicada – objetivamos apresentar uma proposta de (re)escrita da redação do ENEM a partir do ChatGPT, visando a desenvolver, em alunos do Ensino Médio, as competências exigidas para esse modelo de redação. Baseando-nos em Silva e Mairink (2019) e em Figueiredo (2023), tecemos considerações sobre a Inteligência Artificial e o ChatGPT; a partir de Soares (2002) e de Coscarelli (2016; 2017), abordamos a escrita no computador e o letramento digital; e a cartilha do estudante do ENEM (BRASIL, 2022) serve de base para abordar a redação em si. Apesar de estar envolvido em uma série de polêmicas desde o seu lançamento, o trabalho evidenciou o potencial educacional do ChatGPT e sua contribuição para o letramento digital dos estudantes. Se bem orientados, tanto os estudantes quanto as escolas podem incorporar mais essa TDIC (Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação) ao ensino.

Referências

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A redação no Enem 2022: cartilha do participante. Brasília, 2022.

CHATGPT. Disponível em: https://chat.openai.com/. Acesso em: 3 jun. 2023.

COSCARELLI, C. V. Alfabetização e letramento digital. In: COSCARELI, Carla Viana; RIBEIRO,

Ana Elisa (Orgs.). Letramento Digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas. 3 ed. Belo Horizonte: Ceale; Autêntica Editora, 2017, p. 25-40.

COSCARELLI, C. V. Navegar e ler na rota do aprender. In: COSCARELLI, Carla Viana (Orgs.). Tecnologias para aprender. São Paulo: Parábola editorial, 2016, p. 61-80.

FIGUEIREDO, A. L. 6 meses de ChatGPT: o que mudou e o que está por vir. Olhar Digital, 2023. Disponível em: https://olhardigital.com.br/2023/05/30/pro/6-meses-de-chatgpt-o-que-mudou-e-oque-esta-por-vir/. Acesso em 3 jun. 2023.

NONATO; E. R. S.; SALES, M. V. S. Educação e os caminhos da escrita na cultura digital. In: FERRAZ, Obdália (Orgs.). Educação, (multi)letramentos e tecnologias: tecendo redes de conhecimento sobre letramentos, cultura digital, ensino e aprendizagem na cibercultura. – Salvador: EDUFBA, 2019, p. 141-172.

SILVA, J. A. S.; MAIRINK, C. H. P.Inteligência artificial: aliada ou inimiga. LIBERTAS: Rev. Ciênci. Soc. Apl., Belo Horizonte, v. 9, n. 2, p. 64-85, ago./dez. 2019. Disponível em: https://famigvirtual.com.br/famig-libertas/index.php/libertas/article/view/247. Acesso em: 3 jun. 2023.

SOARES, M. Novas Práticas de leitura e escrita: letramento na cibercultura. Educ. Soc., Campinas, vol. 23, n. 81, p. 143-160, dez. 2002. Disponível em: https://www.scielo.br/j/es/a/zG4cBvLkSZfcZnXfZGLzsXb/?format=pdf&lang=pt. Acesso em: 4

jun. 2023.

VELÁSQUEZ, F. R. O ChatGPTna escrita em Humanidades Digitais: oportunidades, críticas e desafios. TEKOA, v. 2, p. 1-5, 2023.

Downloads

Publicado

2023-11-24

Como Citar

AMARAL DA SILVA, B.; CORDEIRO LACERDA FRANCO, A. P.; FERREIRA COELHO, S. PRÁTICA DE (RE)ESCRITA DO GÊNERO REDAÇÃO DO ENEM A PARTIR DO CHATGPT: uma proposta possível?. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [S. l.], v. 11, n. 1, 2023. Disponível em: https://ciltec.anais.nasnuv.com.br/index.php/CILTecOnline/article/view/1157. Acesso em: 29 fev. 2024.