JOGO EDUCACIONAL PARA ESTÍMULO DA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

Autores

  • Raphael Tiritan Centro Universitário Sagrado Coração
  • Vinicius Santos Andrade Centro Universitário Sagrado Coração https://orcid.org/0000-0002-0096-1886
  • Luis Filipe Grael Tinós

Palavras-chave:

jogo sério, ensino, matemática, educação

Resumo

Com o avanço da tecnologia é comum o uso de sistemas computacionais nas mais diversas áreas, como, por exemplo, na
educação. Além disso, a tecnologia junto às metodologias ativas no ensino possibilita que atividades que acabam sendo classificadas pelos estudantes como tediosas ou, até mesmo, cansativas, por exemplo, sejam executadas de forma mais dinâmica e agradável para o estudante, como, por exemplo, a realização de operações matemáticas. Diante dessa realidade, o objetivo do trabalho foi desenvolver um jogo educacional – ou jogo sério, para dispositivos móveis – especificamente para o sistema operacional Android, com o intuito de auxiliar no ensino de conteúdos sobre as quatro operações básicas matemáticas: adição, subtração, multiplicação e divisão. Para a realização de tal objetivo, foi utilizado o motor de jogos Unity para o desenvolvimento da lógica e da programação do software, com projeção e composição dos elementos em tela para jogos mobile e com mecânicas que valorizam a jogabilidade nos dispositivos móveis. Ao final da pesquisa, o jogo foi desenvolvido e constatada a possibilidade da criação do produto de cunho educacional focado na aprendizagem da matemática. Para projeções futuras, existe a possibilidade da adição de outras operações matemáticas para auxílio da aprendizagem além da matemática básica, a qual foi o foco deste projeto de pesquisa.

Referências

BREUER, Johannes; BENTE, Gary. Why so serious? On the relation of serious games and learning. Journal for Computer

Game Culture, v. 4, p. 7-24, 2010.

CORREA, Jane; MACLEAN, Morag. Era uma vez... um vilão chamado matemática: um estudo intercultural da dificuldade atribuída à matemática. Psicologia: reflexão e crítica, v. 12, p. 173-194, 1999.

KNIJNIK, Gelsa; SILVA, Fabiana Boff de Souza da. " O problema são as fórmulas": um estudo sobre os sentidos

atribuídos à dificuldade em aprender matemática. Cadernos de Educação, n. 30, 2008.

LOPES, Maria da Glória. Jogos na Educação: criar, fazer e jogar, 4º Edição revista, São Paulo: Cortez, 2001.

MELO, José Ronaldo. Desafios e possibilidades da utilização de jogos para o ensino de Matemática na Educação Básica.

Conjecturas, v. 21, n. 3, p. 59-70, 2021.

RODRIGUES, Ariane Nunes; TORCATE, Arianne Sarmento. A Importância da Ludicidade na Interface de um Jogo Educativo

para Estimulação do Controle Inibitório. In: CONGRESSO SOBRE TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO (CTRL+E), 5., 2020, Evento Online. Anais [...]. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Computação, 2020. p. 276-285.

SILVA, Aparecida Francisco; KODAMA, Helia Matiko Yano. Jogos no ensino da Matemática. II Bienal da Sociedade

Brasileira de Matemática, p. 1-19, 2004.

STATCOUNTER. Disponível em: ttps://gs.statcounter.com/os-market-share/mobile/brazil. Acessado em: 05. Mar. 2022

Downloads

Publicado

2023-11-24

Como Citar

TIRITAN, R.; SANTOS ANDRADE, V.; FILIPE GRAEL TINÓS, L. JOGO EDUCACIONAL PARA ESTÍMULO DA APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA. Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [S. l.], v. 11, n. 1, 2023. Disponível em: https://ciltec.anais.nasnuv.com.br/index.php/CILTecOnline/article/view/1127. Acesso em: 29 fev. 2024.