INCLUSÃO E TECNOLOGIA

possibilidades e desafios na permanência dos alunos com deficiência nas universidades

Autores

Palavras-chave:

universidade, tecnologia, pessoas com deficiência, inclusão

Resumo

A educação inclusiva nas universidades tem sido um tema pouco explorado no meio acadêmico principalmente com relação ao acesso das tecnologias no ensino superior. Apesar nas legislações, é notável a necessidade de maior articulação, sobretudo na articulação das tecnologias e recursos que possibilite a aprendizagem para a  permanência alunos com deficiência no Ensino Superior. Por sua vez, apesar do aumento do número de matrículas de alunos com deficiência nos cursos superiores, o percentual desse público ainda é muito pequeno nas instituições de ensino. Diante dessa interlocução, almejamos analisar as produções científicas que abordam a temática do acesso as tecnologias para compreender o acesso, pertencimento e inclusão no universo acadêmico. Utilizamos diferentes bases de busca, tais como SciElo e Periódico Capes que se aproximam da temática proposta. Essa análise possibilitou confirmar a escassez de produções acadêmicas que versem sobre a temática apontando para a necessidade de ampliação da práxis de ensino –aprendizagem nessa área, sobretudo relacionada ao acesso das pessoas com deficiência no Ensino Superior.  

 

Biografia do Autor

Thais Aparecida Santos, Universidade Federal de São João Del Rei

Mestranda em Psicologia (Linha de Pesquisa: Saúde, Instituições e Sociedade) pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ, início em 2021).Especialista em Psicologia da Educação - Aprendizagem e Neuropsicologia pela Faculdade Única. Graduada em Psicologia pela Universidade Estadual de Minas Gerais (UEMG) . Meus principais interesses são: Psicanálise, Saúde Mental, Psicologia Comunitária, Psicologia escolar, Psicologia do Desenvolvimento , Psicologia Organizacional e do Trabalho. Esses interesses também perpassam pelas formas de inclusão ou exclusão social da pessoa com deficiência motora nos ambientes empresariais e educacionais. Além disso, integro a equipe do Grupo de Pesquisa em Acessibilidade, Diversidade e Trabalho (NACE), liderado pela professora Pós doutora Maria Nivalda de Carvalho-Freitas. Suas pesquisas contemplam a área de Psicologia Organizacional e do Trabalho, com foco nas relações entre os seguintes temas: diversidade nas organizações de trabalho, especialmente inclusão e gestão do trabalho de pessoas com diferença funcional (deficiência), Trajetórias de vida de pessoas com deficiências e inclusões educacionais.Atuo como psicóloga nas cidades de Itapecerica MG e Divinópolis MG.

 

Referências

BRASIL. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Censo da Educação Superior 2021: notas estatísticas. Brasília, DF: Inep, 2022. Disponível

em https://download.inep.gov.br/publicacoes/institucionais/estatisticas_e_indicadores/notas_estatist icas_censo_da_educacao_superior_2021.pdf . Acesso em: 11 ago. 2023.

BRASIL. Decreto n. 6.949, de 8 de ago.de 2009. Promulga a Convenção Internacional sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e seu Protocolo Facultativo, assinados em Nova York, em 30 de março de 2007. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato20072010/2009/decreto/d6949.htm. Acesso em: 10 ago. 2023.

FLORES, Assunção Maria. ALVES, Palmira Maria. MACHADO, André Eusébio. FERNANDES, Sandra. Atas do Congresso Internacional sobre Avaliação no Ensino Superior. Minho: Universidade do Minho, 2019. Disponível em: https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/51125/1/Atas_CIAASE_v04.pdf. Acesso em: 10 ago.2023.

FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2015.

IBGE. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-noticias/2022-agencia-de-noticias/noticias/37317pessoas-com-deficiencia-tem-menor-acesso-a-educacao-ao-trabalho-e-arenda#:~:text=Enquanto%20apenas%2025%2C6%25%20das,9%25%20para%20os%20sem%20defici%C3%AAncia. Acesso em: 10 ago.2023.

MARTINS, Oliveira de Sartoreto Eli, Sandra. LEITE, Pereira Lúcia. CIANTELLI, Camilo Ana Paula. Inclusão no Ensino Superior: mapeamento e análise da matrícula de alunos com deficiência e/ou mobilidade reduzida na Unesp. In: Mendes, E.G.; Almeida, M.A. (Orgs.), Educação especial inclusiva: legados históricos e perspectivas futuras (pp. 287-302). São Carlos: Marquezine & Manzini, ABPEE. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pee/a/T7GMnvBwgZg8gT7pJb7RqmH/#. Acesso em: 07 ago. 2023.

PEREIRA, Reo Rosamaria. DA COSTA SILVA, Souza Simone. FACIOLA, Assef Rosana. PONTES, Ramos Augusto Fernando. RAMOS, Holanda Ferreira Marley. Inclusão de estudantes com deficiência no ensino superior: uma revisão sistemática. Revista Educação Especial, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 147–160, 2016. DOI: 10.5902/1984686X19898. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/educacaoespecial/article/view/19898. Acesso em: 10 ago. 2023.

SIMÕES, Luís; GOUVEIA, Luís Borges. (2011 ). Social Technology Appropriation in Higher Education. Revista de Informatică Socială (Romanian Journal of Social Informatics), 7(16), pp. 31 34. Disponível em: https://www.researchgate.net/profile/Luis-Borges-Gouveia/publication/301777896_Social_technology_appropriation_in_higher_education/links/5727 adc408aef9c00b8b4ed1/Social-technology-appropriation-in-higher-education.pdf. Acesso em: 08 ago.2023.

Downloads

Publicado

2023-11-24

Como Citar

APARECIDA SANTOS, T. INCLUSÃO E TECNOLOGIA: possibilidades e desafios na permanência dos alunos com deficiência nas universidades . Anais do Encontro Virtual de Documentação em Software Livre e Congresso Internacional de Linguagem e Tecnologia Online, [S. l.], v. 11, n. 1, 2023. Disponível em: https://ciltec.anais.nasnuv.com.br/index.php/CILTecOnline/article/view/1121. Acesso em: 29 fev. 2024.